[Sobre Ecos do Passado]
[A Cidade]
[Acesso Rápido]
 
[Arquivo]
[Principal]

:: Flash 01
:: Flash 02
:: Flash 03
:: Flash 04
:: Flash 05
:: Flash 06
:: Flash 07








 
>Blog do Patrimônio
>Brindes
>Busca no Site
>Fale Conosco
>Projetos
>Trapiche
>Mapa do Site
A CIDADE    |   A fuga da Família Real para o Brasil

A mudança da família real e da Corte portuguesa para o Brasil foi conseqüência da situação européia no início do século XIX. Naquela época, a Europa estava inteiramente dominada pelo imperador dos franceses, Napoleão Bonaparte. Com sua política expansionista, ele submetera a maior parte dos países europeus à dominação francesa. O principal inimigo de Napoleão era a Inglaterra, cuja poderosa armada o imperador não pudera vencer. Em 1806, Napoleão decretou o Bloqueio Continental, obrigando todas as nações da Europa continental a fecharem seus portos ao comércio inglês. Com essa medida, Napoleão pretendia enfraquecer a Inglaterra, privando-a de seus mercados consumidores e de suas fontes de abastecimento. Nessa época, Portugal era governado pelo Príncipe Regente Dom João, pois sua mãe, a Rainha Dona Maria I, sofria das faculdades mentais.

Pressionado por Napoleão, que exigia o fechamento dos portos portugueses ao comércio inglês, e ao mesmo tempo pretendendo manter as relações com a Inglaterra, Dom João tentou adiar o mais que pôde uma decisão definitiva sobre o assunto.

Se aderisse ao Bloqueio Continental, Portugal ficaria em condições extremamente difíceis, porque a economia portuguesa dependia basicamente da Inglaterra. Os ingleses eram os maiores fornecedores dos produtos manufaturados consumidos em Portugal e também os maiores compradores das mercadorias portuguesas e brasileiras. A Inglaterra, por sua vez, também não queria perder seu velho aliado, principalmente porque o Brasil representava um excelente mercado consumidor de seus produtos. Para resolver a situação de acordo com os interesses de seu país, o embaixador em Lisboa, Lord Percy Clinton Smith, Visconde de Strangford, conseguiu convencer Dom João a transferir-se com sua Corte para o Brasil. Desse modo, os ingleses garantiam o acesso ao mercado consumidor brasileiro.

A transferência da Corte era uma boa solução também para a família real, pois evitava a deposição da dinastia Bragança pelas forças napoleônicas.

O Tratado de Fontainebleau, estabelecido entre a França e a Espanha em outubro de 1807, apressou a decisão do Príncipe Regente Dom João a abandonar a metrópole. Por aquele tratado, Portugal e suas colônias, inclusive o Brasil, seriam repartidos entre a França e a Espanha. No dia 29 de novembro, Dom João e sua família, acompanhados por cerca de 15.000 pessoas, partiram para o Brasil. No dia seguinte, as tropas francesas do general Junot invadiram Lisboa.

Quatro navios britânicos escoltaram as embarcações portuguesas até o Brasil; parte da esquadra portuguesa aportou na Bahia e parte no Rio de Janeiro. A chegada de Dom João à Bahia, onde ficou pouco mais de um mês, ocorreu em 22 de janeiro de 1808. Teve início, então, uma nova História do Brasil, pois a colônia foi a grande beneficiada com a transferência da Corte. A presença da administração real criou pouco a pouco condições para a futura emancipação política da colônia. Da Bahia, Dom João seguiu para o Rio de Janeiro. Ali, o alojamento da numerosa comitiva do príncipe causou grandes problemas. As melhores residências da cidade foram requisitadas para os altos funcionários da Corte, não sendo poucas as pessoas despejadas de suas casas para hospedar os recém-chegados.

in Brasil Escola
(www.brasilescola.com)

Iconografia

 



NOVIDADES DO SITE
 
Novo Blog

Foi lançado o novo blog do Patrimônio. Mais abrangente, com uma nova linha editorial e novo layout. Clique aqui.
 
Trapiche

A loja do site já está no ar - você já pode adqurir fotos e postais exclusivos
.
 
EM BREVE
 
Central de Notícias

Informação em tempo real numa parceria do Patrimônio com o G1, o maior portal de notícias da América Latina.
 
Site do Burunga

Cruel? Maldosa? E daí? A arte do riso é hilária.
 
Canal Curumim

Um canal com conteúdo todo direcionado para crianças - jogos, diversão, histórias, brindes, piadas e muito mais.
 
+ Projetos
Clique aqui

Principal   |   A Cidade   |   Athína   |   Cultura & Folclore   |   Matérias Especiais
Museu de Imagens   |   Sala de Imprensa   |   Agenda   |   Serviço   |   Novidades
Termos & Condições  |   Política de Privacidade  |  Sobre o Patrimônio |  Anuncie Conosco |  Créditos 
Copyright © Eduardo Abrahão - Todos os direitos reservados